Se o empreendedorismo lhe corre nas veias, provavelmente já pensou em abrir a sua própria empresa. Países como a França têm mercados muito competitivos e, nos últimos anos, tem lançado programas e apoios de incentivo à criação de novas empresas e ideias de negócio. 

Criaram, por exemplo, o French Tech Visa – um visto especial para quem tem ideias de negócio relacionadas com tecnologia – e o Passaport Talent – para cidadãos não europeus e argelinos. 

Contudo, lançar uma empresa no estrangeiro pode ser um processo complexo e até assustador, principalmente se não estiver a par dos passos tomar, dos procedimentos a cumprir e de toda a documentação a apresentar. 

No sentido de facilitar a vida aos empreendedores, reunimos num único artigo toda a informação pertinente sobre como abrir uma empresa em França. No entanto, lembramos que pode, e deve, consultar um profissional que o ajude a cumprir todos requisitos e procedimentos e, assim, abrir a sua empresa com toda a tranquilidade. 

Desenvolva um bom plano de negócio

No início da jornada de criar uma empresa noutro país, é muito importante que elabore um plano de negócio o mais detalhado e planificado possível. Este plano deve incluir a missão, visão e objetivos da sua empresa, assim como os mercados em que vai atuar e os segmentos que quer conquistar. Assim, saberá sempre para onde caminha a sua empresa! 

Um plano de negócio é muito mais que um impresso com algumas considerações sobre a empresa. É um documento que, bem feito, vai ter informações importantes para apresentar a investidores e entidades bancárias onde poderá pedir financiamento bancário. 

Defina a estrutura da sua empresa 

No momento de registar uma empresa, surgem questões sobre que tipo de estrutura deve adotar. Esta é uma decisão importante, pois vai influenciar a forma de funcionamento, gestão e a posição fiscal da empresa. Confira as estruturas de empresas mais comuns em França. 

  • SARL –  É uma empresa limitada. Ou seja, uma LLC que, em inglês, significa Limited Liability Company e, em português, Sociedade de Responsabilidade Limitada – Lda. Uma empresa estruturada desta forma é gerenciada por uma pessoa (que pode, ou não, ser parceiro) e por uma assembleia geral que reúne todos os anos e valida contas, decide sobre a distribuição de lucros, etc; 
  • SAS: – Significa Société par Actions Simplifiée, em português Sociedade por Ações Simplificada. É uma entidade conjunto entre uma empresa francesa e um parceiro estrangeiro, que obedece às regras das empresas comerciais; 
  • Filial – Caso queira aumentar os seus negócios com uma empresa já existente em França. 

Antes de tomar qualquer decisão, conheça e analise toda a informação sobre as diferentes formas de estruturar uma empresa: quais as vantagens e desvantagens de cada um, quais os riscos e aquilo que tem assegurado, etc. 

Marque uma reunião com a Câmara do Comércio 

Na França, todas as indústrias, comércios e empresas em geral são regulados pela Chambre de Métiers et de l’Artisanat, ou Câmara do Comércio e Indústria, em português. 

A Câmara do Comércio tem um conjunto de funções alargadas, incluindo organizar a aprendizagem no setor comercial, contribuir para a sua expansão e ajudar na criação de novas empresas.  Esta entidade vai ajudá-lo a começar a sua empresa, pois desenvolve apoios para os novos empresários. 

Reunir com esta entidade é obrigatório e é aqui que a sua empresa e ideia de negócio é analisada. Será também solicitado que apresente o plano de negócio que falamos acima e, posteriormente, serão avaliadas as possibilidades de avançar, ou não, com a empresa. 

 

Para abrir a sua empresa em França, terá de reunir com a Câmara do Comércio e Indústria

Criar uma conta bancária comercial para a sua empresa

Este passo pode parecer simples, mas pode ser bem complexo. Nesta fase, deverá sentar-se com o banco e discutir a sua ideia. Nesta fase, já deverá ter desenvolvido o plano de negócio e deverá estar pronto para responder a todas as questões que podem ser levantadas sobre a sua futura empresa. 

Dependendo do tipo de estrutura que escolher para a sua empresa, terá de depositar no mínimo €4.000 na conta. A lei estabelece que o mínimo é €1, mas nenhum banco abrirá uma conta com esse valor. 

Mais tarde, quando tudo for aprovado, o dinheiro que depositar será desbloqueado para que possa ser usada o seu negócio. 

Se tem dúvidas sobre o procedimento a seguir, contrate alguém especializado na área. 

Incorporação da sua empresa 

Eventualmente, a sua candidatura começará a receber todas as aprovações oficiais dos diferentes departamentos do Governo Francês, tais como o Chambres des Métiers e o Greffe du Tribunal de Commerce, que tem como função tratar de todas as incorporações no Tribunal de Comércio.

Realize o curso obrigatório 

No momento de abrir uma empresa em França, é obrigatório que frequente um curso de 5 dias onde vai aprender conceitos e procedimentos básicos sobre ter e gerir uma empresa em França. 

Terá uma breve formação sobre regimes fiscais, sociais e impostos. Deverá aprender, por exemplo, como fazer a declaração de impostos, que impostos são obrigatórios e que prazos tem para os pagar, seguros, tipos de conta bancária, como contratar um funcionário, etc. 

Este curso dura 5 dias e tem uma carga horária de 40h. Tem um custo de 200€, aproximadamente, e como pré-requisito tem de saber francês fluente. 

 

Há um conjunto de documentos que vai precisar de reunir para abrir a sua empresa em França

Registo da sua empresa em França

Quando receber o certificado de incorporação, vai receber também o número de identificação da sua empresa, que deverá constar em todos os documentos oficiais e faturas da sua nova empresa. 

Quando este documento chegar, a sua conta bancará será oficialmente ativada e poderá usar o capital que depositou no início. 

Faça um anúncio num jornal 

Quando a sua empresa estiver oficialmente registada e pronta para iniciar funções, deverá publicar um anúncio num jornal autorizado. Desta forma, a sua empresa torna-se pública para todos. 

Abrir uma empresa em França ou noutro país pode ser um processo complexo. Se tiver dúvidas relativamente a prazos, documentos, regras, entre outros, o melhor será consultar uma empresa que auxilie o nascimento da sua empresa, deixando o trabalho difícil nas mãos de profissionais. 

Se for o caso, não hesite em contactar-nos. Temos todo o gosto de levar a sua empresa e os seus sonhos para outro país.